Você sabe quem foi a primeira brasileira a marcar um gol em Copas do Mundo?

A seleção brasileira é a 9ª colocada no ranking da FIFA. Temos um vice-campeonato mundial (2007), duas pratas olímpicas (2004 e 2008). A seleção é composta por jogadoras reconhecidas mundialmente como Marta, Formiga e Cristiane. Mas, para que elas fizessem história, outras mulheres batalharam para a construção da história do futebol feminino.

Uma delas foi Elane dos Santos Rego, a primeira brasileira a marcar um gol em Copas do Mundo, em 1991, no Mundial da China.

Elane nasceu em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro, em 1968. Começou a jogar bola aos 7 anos com os meninos na rua, mas a brincadeira nem sempre era fácil: muitas vezes seus pais ou irmãos a repreendiam por jogar futebol. Ela, então, tinha que voltar para casa e, no instante que ninguém estivesse vendo, corria para o campo novamente.

Durante a sua infância, o futebol feminino ainda era proibido no Brasil. O fim da proibição ocorreu somente em 1979, quando Elane já tinha 11 anos. Contudo, a regulamentação da modalidade, ou seja, a permissão para que os campeonatos e times femininos pudessem ser formados, só veio em 1983. 

No mesmo ano da regulamentação, Elane começou a jogar pelo São Cristóvão, clube que anos depois revelou Ronaldo Fenômeno. O começo não foi nada fácil, pois eram duas horas e meia para ir ao treino e duas horas e meia para voltar. A ajuda de custos se limitava ao dinheiro da passagem, mas isso não fez com que ela desistisse. Prova disso foi que, no primeiro ano, no time da Zona Norte, ela foi campeã carioca juvenil.

Do São Cristóvão a zagueira teve passagens pelo Bonsucesso e pela Portuguesa até assinar contrato profissional com o Esporte Clube Radar, maior campeão brasileiro de futebol feminino dos anos 80. 

O clube de Copacabana foi a base para a primeira Seleção Brasileira que disputou a primeira Copa do Mundo de futebol feminino em 1991. Das 18 jogadoras convocadas, 11 eram do Radar e Elane foi uma delas.

O Brasil entrou em um grupo difícil com Japão, Suécia e Estados Unidos, três potências atuais. Nada amedrontou as jogadoras. O primeiro confronto foi contra o Japão. O placar final foi de 1×0, com gol da zagueira, o primeiro da Seleção Brasileira de Futebol Feminino

Depois do Japão, as brasileiras perderam para os Estados Unidos por 5×0 e para a Suécia por 2×0. A Seleção ficou em nono lugar entre 12 equipes, um resultado nada satisfatório, mas que serviu de começo para uma longa caminhada que a amarelinha começava a trilhar.

Depois do primeiro Mundial, Elane chegou a participar das Copas de 1995, 1999 e das Olimpíadas de Atlanta em 96. Quando se aposentou ela jogava no São Paulo e sua grande vontade era continuar trabalhando com futebol. Contudo, se não era fácil jogar era mais difícil ainda conseguir trabalhar na beira do gramado. 

Continuou sua vida trabalhando como motorista de ônibus, uma vida de anônima para uma mulher que fez história no principal esporte do país.


*Esta reportagem foi por Cecília Quevedo e revisada por Isla Ramos. As reproduções deste conteúdo devem indicar que a produção é da Agência Maria Boleira e mencionar os nomes da autora e revisora. 

Compartilhe:

Compartilhar em facebook
Facebook
Compartilhar em twitter
Twitter
Compartilhar em whatsapp
WhatsApp
Deixe uma resposta

Veja também

Posts Relacionados

Cheias de bandeiras

A história do futebol tem uma grande reviravolta desde a sua entrada nas casas brasileiras pelos rádios. A sensação de…